Dica de segurança: Tomou uma fechada? O que fazer?

Olá amigo leitor, hoje vou publicar uma dica de segurança que é muito simples e incrivelmente ignorada por muita gente, o que por consequência aumenta o numero de acidentes envolvendo motociclistas.Não vou julgar aqui quem é ou não é motociclista, e também nem comentar se o carro/ônibus/caminhão deu seta ou não, aqui quero preservar quem está na moto.Combinado?

É pratica comum no Brasil, e em muitos lugares do mundo, a circulação de motocicletas entre os carros no “famoso” corredor, apesar de ser infração, vide artigo 192 do CTB.

Art. 192. Deixar de guardar distância de segurança lateral e frontal entre o seu veículo e os demais, bem como em relação ao bordo da pista, considerando-se, no momento, a velocidade, as condições climáticas do local da circulação e do veículo:

Infração – grave;

Penalidade – multa.

Veja o vídeo primeiro, depois eu comento, ele é rápido, tem apenas 30 segundos. Mas preste BEM atenção no que acontece:

O que você achou ao ver o vídeo? O condutor do carro vermelho estava errado? O condutor da moto estava errado? Quem poderia ter evitado a colisão? Muitas perguntas e alguma polêmica em apenas 30 segundos de imagem. Mas vamos a minha interpretação.

Eu não consegui ver no vídeo se o carro vermelho sinaliza ou não a mudança de faixa ( se não sinalizou, está ERRADO, sem duvida nenhuma ) mas vou analisar apenas o que fez o condutor da motocicleta. Afinal o blog aqui é de MOTOS! O condutor da moto já vinha transitando em alta velocidade, ai o carro vermelho começou a fazer a mudança de faixa avançando sobre ele – se você perceber com atenção, nesse momento ele ( moto ) reduz um pouco – mas repentinamente o carro continua a mudança de faixa de maneira mais brusca ( ou rápida ) e colide com a moto – no momento antes da colisão, você pode perceber que a moto ACELERA, mas mesmo assim é atingida pelo carro – e a moto cai.

Qual foi o erro?

O erro foi da moto, ou melhor dizendo, do condutor da moto, pois em primeiro lugar ele vinha em alta velocidade, tinha 2 ou 3 faixas a direita para ele “escapar” e ele preferiu manter se na mesma faixa, e em segundo lugar, o “erro crucial” que foi de querer acelerar quando toma a fechada, ao invés de reduzir. Esse foi o erro que causou a queda da moto( esquece aquela estória de o carro sinalizar ou não, o que vale não é quem vai pagar o estrago, e sim que o motociclista não perca a vida, a vida é que vale, e se morrer, vai adiantar saber que o carro estava errado? Não vai…).

E porque ele cometeu esse erro?

Resposta muito simples. EXCESSO DE CONFIANÇA. Moto esportiva de alta cilindrada, faz com que os condutores menos preparados e consequentemente menos conscientes no trânsito, façam escolhas erradas, por achar que a sua supermáquina irá fazer ele escapar de tudo. Um erro que pode custar a vida. Mas na verdade isso acontece com qualquer moto, de qualquer cilindrada,  quando o condutor tem um ego inflamado, e começa a achar que pode tudo.

Se você não se preocupa em zelar pela sua vida, não adianta reclamar depois…

É isso amigo leitor, viu outro veículo fechando você ( moto também fecha moto, por incrível que possa parecer, só para avisar os mais ingênuos ) não adianta gritar, buzinar, sinalizar com farol alto, pois se ele não está prestando atenção, provavelmente não prestará com seus avisos( ele pode estar com som alto, conversando ou simplesmente bêbado…). Pense primeiro em se proteger, reduza a velocidade, garanta o controle da moto, deixe o infeliz passar, e siga seu caminho. Simples assim.

O trânsito, seus amigos e familiares agradecem. Mantenha se vivo!

Namastê

16 Respostas para “Dica de segurança: Tomou uma fechada? O que fazer?

  1. Olá, eu gostaria de saber o que fazer quando levamos uma fechada proposital.
    Essa tarde estava subindo a consolação na faixa da direita, mais especificamente do meio da faixa mais próximo da ciclovia e um senhor com um carro preto luxuoso me fechou de propósito. Disse que eu não podia andar devagar na pista de carros. Detalhe, eu estava na velocidade máxima permitida. Bem, se eu não estivesse muito atenta ele poderia ter realmente me derrubado. No farol eu disse a ele que havia mais 2 pistas a esquerda para ele andar e que me fechar poderia custar minha vida. Ele simplesmente desdenhou da minha reclamação me imitando e tal…. e zombou porque sou mulher.
    Eu parti e segui meu trajeto, se não bastasse ele foi atras de mim me fechou novamente de forma que seria para me prensar entre os carros parados e pior ele parou o carro a uma mulher que o acompanhava abriu porta e por sorte sobrou um pequeno espaço entre a porta aberta e o carro estacionado ai eu consegui rapidamente passar e fugir. Acho que estes dois senhores iriam me agredir…. sei lá
    Existe algo que eu possa fazer?

  2. Talvez pela idade, 59 e pelo tamanho da moto gs1150, mas prefiro a direção defensiva, muitíssimo raro eu andar no corredor. Prefiro andar na velocidade da via e ultrapassar sempre pela esquerda e de preferência ser visto antes da ultrapassagem. mesmo que tenha que aguardar um pouc.

    • Olá José Antonio, realmente no seu caso é bem diferente, não pela sua idade, mas pela moto que usa, são “apenas” 1000cm³ a mais do que a minha moto,e que da maioria esmagadora que faz uso desses espaços.

      Está certíssimo, dirija tranquilo e consciente, pois é a melhor maneira de aproveitar com coerência o lado bom da moto! =D

      Baita Abraço e agradeço pela tua participação!

  3. Só ando no corredor qdo os carros estão parados ou em velocidades bem baixas. E faço isso c/ a moto a no máximo 60km/h.

    • Olá Alberto, atualmente é praticamente impossível não utilizar o corredor,esse espaço imaginário que algum motociclista revolucionário criou um dia, quando se encheu de ficar no ” anda e para” dos carros. Eu uso sempre, pois com o excesso de carros nas ruas não dá para ficar parado no trânsito,e a politica brasileira de fazer lavagem cerebral nas pessoas de que todo mundo deve ter um carro senão não é uma pessoa bem sucedida na vida, vemos ruas cheias de carro, porém com apenas 1 passageiro em cada um…questão complicada que envolve cultura, educação e conscientização da população. Se as pessoas fossem mais inteligentes, usariam moto e teriam um trânsito melhor!Ande sempre em velocidade compatível com os carros e com o limite da via. Use as proteções e seja feliz com a sua moto!

      Abraço e agradeço pela tua participação!

      • Eu só ando no corredor se o trânsito estiver parado ou muiiiito lento. Direção defensiva é tudo.

        • Olá Francisco, com certeza direção defensiva é primordial, mas eu pessoalmente faço sempre uso do corredor, quando o trânsito está congestionado, quando flui, obviamente fico no centro de uma faixa. Procuro andar sempre atento, não forçar passagem, nem buzinar como um louco e ficar atormentando os outros com farol alto, com respeito é possível usar o corredor de uma maneira não tão perigosa, pelo menos em 4 anos usando corredor com a devida precaução, pela graça de Deus ainda não me aconteceu nada!

          Abraço e continue pilotando de maneira defensiva, pois assim aproveita mais a vida e a moto! =)

      • É, eu confesso que pilotagem defensiva não é comigo. Eu estou sempre rápido e sempre no limite… Quase todo dia eu “quase morro”, mas é duro, eu não tenho paciência! hehehe

        Mas eu estou trabalhando nisso. Um dia eu melhoro.

  4. Eu já tomei uma fechada dessas. Estava de Twister, e o cara “entrou pra valer mesmo”. Foi uma pancada animal, mas eu tive sorte e não caí.

    Acho que no caso o grande problema ai foi a indecisão. A pilotagem da moto exige destreza e raciocínio rápido. Ser indeciso só atrapalha. Ou acelera de uma vez e desocupa a faixa, ou freia de uma vez e desocupa a faixa… O que não pode é ficar enrolando no ponto cego do carro, pois o cara realmente não tem condições de ver ali.

    Pilotar moto é pilotar por você e pelos outros… E isso não é frase de efeito, é só a realidade.

    • Salve grande mestre!

      Sim, como você disse, a moto não perdoa erros, mas na verdade essa máxima se aplica a todos os veículos, se for analisar com calma. Pilotar/dirigir por você e pelos outros deveria ser “injetado” no cérebro dos alunos no CFC, para saírem de la com mais consciência e responsabilidade.

      Na verdade, lendo seu comentário, eu lembrei que já tomei uma fechada assim, dessas que “vem com tudo”, estava no corredor, e quando vi o infeliz na faixa da direita entra de uma vez para a esquerda, sem seta, sem nada, só que eu estava na lateral do carro dele ( não sei dizer se estava ou não no ponto cego, mas creio que não por ser se noite e com o farol ligado ). O que aconteceu? Quando vi aquela parede fechando na minha frente, usei minhas técnicas de motard ( que eu nunca aprendi na verdade..kkk) e fiz algo parecido com um drift, colocando a moto em paralelo com o carro – se “congelasse” esse momento e medisse, eu a precisão no paralelismo seria nota 10! – tempo o suficiente para ele passar, e voltei a alinhar a moto ( ufa, escapei! ), ai acompanhando o carro, vi que o infeliz estava no celular. QUE LINDO NÃO ACHA?

      Esse mês eu estava na avenida Bandeirantes, e um taxista ia mudando de faixa sem sinalizar, para o desespero do pessoal que vinha no corredor, porém, quando eu passei pelo carro, que ainda não tinha conseguido mudar de faixa, vi que na verdade ele tinha dado seta, porém, a luz da lanterna traseira não estava funcionando, apenas a dianteira. Manutenção para que não é mesmo?

      Baita abraço e agradeço pela tua participação aqui no blog!

  5. Vi que o grande problema foi indecisão, e quando decidiu, decidiu errado (ambos, carro e moto).
    O carro insinuou entrar na pista da direita (sem dar seta) e a moto reduziu. Quando o motociclista acelerou o carro entrou na faixa, pensando que moto já tinha desistido de ultrapassar e ai…
    O cara da moto foi imprudente fazendo tantas ultrapassagens irregulares. Já que o trânsito está fluindo, eu não ando no corredor.

    • É isso mesmo Adelmo, com o trânsito fluindo como mostra o vídeo, não há necessidade de andar entre os carros. A segurança deve vir sempre em primeiro lugar.

      Grande Abraço e você viu algum sol por ai? Porque aqui em SP…garoa, frio, garoa, chove um pouco…( dia triste…)

    • Que inveja de você meu amigo, se aqui não estivesse com um tempo tão horrivel( e perigoso, pois o chão molhado é “veneno” dependendo da situação), eu já estava na rua de moto…por enquanto, aproveito para atualizar o blog!

      Abraço e boas motocadas por ai!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s